3 Formas de lidar com a solidão no Natal

by - 10:00:00

Dizem que o Natal é para as famílias, para o conforto do lar e para a partilha de refeições à mesa, conversas, risos. Mas e quem não tem família ou quem não a tem por perto, fruto dos sacrifícios que tantos fazem hoje em dia, de modo a ter trabalho? A solidão em geral, seja opcional ou imposta, é algo, a meu ver, bastante triste. E desengane-se quem pense que a solidão só se deita em cima de quem vive só: há quem viva e conviva com muita gente e se sente a pessoa mais só do universo. Há metades de casais aparentemente felizes, que se sentem abandonadas, e isso acontece dormindo acompanhadas. Usamos a internet para nos aproximarmos mas quando desligamos o computador e a casa continua fria e vazia, quem é que nos diz que vai ficar tudo bem?


Dizem que o Natal é para as famílias, para o conforto do lar e para a partilha de refeições à mesa, conversas, risos. Mas e quem não tem família ou quem não a tem por perto, fruto dos sacrifícios que tantos fazem hoje em dia, de modo a ter trabalho? A solidão em geral, seja opcional ou imposta, é algo, a meu ver, bastante triste. E desengane-se quem pense que a solidão só se deita em cima de quem vive só: há quem viva e conviva com muita gente e se sente a pessoa mais só do universo. Há metades de casais aparentemente felizes, que se sentem abandonadas, e isso acontece dormindo acompanhadas. Usamos a internet todos os dias para nos aproximarmos mas quando desligamos o computador e a casa continua fria e vazia, quem é que nos diz que vai ficar tudo bem?

Na verdade, saber estar sozinho é importante, saber apreciar a nossa própria companhia é importante. Mas há uma linha que separa esses momentos nossos, da vivência solitária. Outra verdade? Há quem goste de estar sempre só, sem regras de outros, expectativas alheias e tudo o que vem de partilharmos pedaços de vida com outros. Mas na maioria, o ser humano anseia por calor, por aconchego, chamego mesmo, apego emocional. E quando, por várias razões não o tem, tende a tornar-se cínico, revoltado com a felicidade dos outros. Vale a pena pensar se é isso que queremos para nós.

Hoje falo-vos de três formas de lidar com a solidão em época natalícia. Mas serve para o ano todo.


Ajuda o próximo
Quando mudas o foco do teu pensamento para outra pessoa que não tu, à qual podes ajudar, o teu sentimento de solidão baixa de volume. Há sempre alguém que está um tanto pior que nós, seja de que forma for e ao darmos de nós, ajudando como podemos, ficamos menos sozinhos, pois quem dá de si não fica vazio, fica cheio. Estamos na altura em que, mais do que durante o ano, as associações saem à rua e conduzem peditórios, colectas. Tu podes ser voluntário ou podes apenas ser alguém que contribui, mas eu prometo, fazeres o bem ao invés de chorares a má sorte, vai valer o seu peso em ouro.

Tira a pressão do Natal 
As datas comemorativas são importantes, são marcantes. Mas são uma percentagem muito pequena dos dias de que dispomos no calendário durante o ano, para estreitarmos as nossas relações, para as cultivarmos. Talvez no Natal te encontres do outro lado do mundo em trabalho mas se durante o ano te fizeres presente na vida daqueles a quem querias ter por perto agora, se fizeres coisas especiais e criares memórias, a tua solidão vai ser menor. Na prática, vais tirar pressão das datas grandes e vais construir outras datas igualmente importante e criar novas tradições. 

Celebra-te
Ok, já fizeste a tua parte na matéria do amor ao próximo e também estiveste presente para os teus durante o resto do ano. E mesmo assim, o Natal, tens de o passar sozinho. Se ainda não sabes apreciar a tua companhia ou mesmo se já, pega em ti e faz algo que adores fazer e que só dependa de ti. Pode ser o que quiseres: ler, ver um filme, dançar, fazer um spa em casa, o que quer que te deixe feliz e não careça de companhia, afinal estás com a pessoa que melhor te conhece e sabe como te fazer feliz: tu. E as pessoas felizes, mesmo sozinhas, não se sentem sós. 

Espero que agora entendas que estares sozinho, não é necessariamente estares fechado para o mundo. Com esforço e vontade, podes retirar da solidão que sentes agora, uma forma de seres mais feliz.

Desejo-vos um Natal o menos solitário possível!

You May Also Like

0 comentários